Prefeitura Municipal da Estância turistica de Paraguaçu Paulista

Vacinar crianças é obrigatório por lei e imunização está prevista como dever dos pais e direito de menores no ECA

Assessoria de Comunicação da Prefeitura - Silvana Paiva

03/08/2018

Um dos principais fatores apontados por especialistas para o risco de volta de doenças erradicadas como o sarampo e a poliomielite, é a queda na cobertura vacinal, que está abaixo do recomendado pela Organização Mundial de Saúde (95%) em vários estados brasileiros.

Para quem não sabe, temos no Brasil há quase 35 anos, um dispositivo legal que permite ao governo forçar a vacinação na população, caso “ache necessário”. Trata-se do decreto nº 78.231, de 12 de agosto de 1976. Também, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), criado em 1990, obriga pais a levarem seus filhos para vacinação. Embora não haja multas, não vacinar os filhos configura descumprimento do dever familiar, previsto na Constituição. Outra grande implicação de não vacinar os filhos é a impossibilidade de participar do Programa Bolsa Família. Os pais de crianças de até 7 anos de idade que não estiverem vacinadas são impedidos de receber o benefício.

A queda da vacinação aumenta o risco de recirculação do vírus das doenças como o sarampo e a poliomielite. A proteção contra o sarampo é feita pela vacina tríplice viral, dada às crianças no 12º mês de vida, e pela tetra viral, dada no 15º mês. Após essas duas doses, considera-se que o indivíduo está imunizado para o resto da vida. Porém, isso não significa que ele nunca terá a doença: a eficácia das duas doses é de 97%. Então a pessoa vacinada ainda tem uma pequena margem de risco de ter sarampo, mas, em geral, ele se manifestará de maneira muito mais branda.

Já a vacina contra a poliomielite, torna a criança protegida contra três tipos diferentes do vírus que causa esta doença, conhecida popularmente como paralisia infantil. Para garantir a melhor proteção é preciso tomar cinco doses da vacina, sendo recomendado que as primeiras três doses devem ser aplicadas por meio de uma injeção (VIP) no músculo da coxa do bebê e as outras duas doses podem ser feitas por injeção ou por gotinhas orais (VOP).

Assim, todas as crianças com até os 5 anos devem participar do programa da vacinação contra a poliomielite e é importante que os pais levem a caderneta de imunização para registrar a administração das vacinas.

FOTO

Vacinar crianças é obrigatório por lei e a imunização está prevista como dever dos pais e direito de menores no ECA (Foto: Ilustrativa)

Envie este albúm a um(a) amigo(a)

CIDADE
Conheça Paraguaçu Paulista
Histórico
Álbum de Fotos
Turismo e Passeio
Como Chegar
Símbolos Municipais
Calendário Mun de Eventos
SERVIÇOS
Canal do Contribuinte
Licitações
SINDSERV
ASP
ISS Web
SINPROM
ACESSO RÁPIDO
Câmara Municipal
Acervo Biblioteca Municipal
Maria Fumaça
Meio Ambiente
IMPRENSA
Agenda de Eventos
Concursos
Notícias
Publicações
Fale Conosco
P.A.S
Coméricio
Consultas

Prefeitura Municipal da Estancia Turistica de Paraguaçu Paulista - | Cep: 19700-000 | Fone: (18) 3361-9100

Copyright © 2013 | Todos os direitos reservados | Desenvolvido por - Agencia Expression - Desenvolvimento de Sites