Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação

Meio Ambiente e Agricultura - Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2019

Paraguaçu Paulista se prepara para implantação de consórcio


Paraguaçu Paulista se prepara para implantação de consórcio

Segundo o diretor de Meio Ambiente a implantação do aterro sanitário irá reduzir custos 

 

Assessoria de Comunicação da Prefeitura - William Asaph Yanraphel
(Foto: Depto de Meio Ambiente/Cedida) 

 

Com o objetivo de discutir e implantar ações de gerenciamento adequado de resíduos sólidos, o Secretário de Meio Ambiente Sérgio Pascoal e a Engenheira Agrônoma Priscila Ruiz participaram na terça-feira, 12 de fevereiro de 2019 da reunião promovida pela CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) que contou com a presença de representantes do Centro-Oeste Paulista para debater as boas práticas ambientais.

O evento contou a participação de técnicos da CETESB, Lia Demange, Antonio Falco Junior, João Luiz Potenza e Fernando Wolmer que abordaram temas de boas práticas de gestão ambiental para redução dos resíduos sólidos urbanos dos municípios, logística reversa e o Sistema Estadual de Gerenciamento Online de Resíduos Sólidos (Sigor).

Para o diretor de Meio Ambiente da Prefeitura de Paraguaçu Paulista, Sérgio Pascoal, algumas ações que foram apresentadas na reunião já são executadas no município como, por exemplo, a troca de óleo de cozinha. “Toda última quarta-feira do mês temos uma empresa que vem e recolhe o óleo armazenado e para cada quatro litros de óleo usado, o munícipe recebe um litro de óleo novo”, complementa.

Estiveram na reunião representantes de Marília, Paraguaçu Paulista e Presidente Prudente em função do consórcio para a construção de um aterro sanitário e para gerenciamento dos resíduos sólidos desses municípios participantes.

Em relação ao consórcio, já existe uma liberação de R$ 1.132,329 milhões e o próximo passo é agilizar o processo para iniciar a implantação do aterro o mais breve possível. O diretor de Meio Ambiente garante que todas as providências estão sendo tomadas e explica ainda que a implantação do aterro sanitário irá gerar em média a redução de 50% de custos para cada município.

 

 

FacebookTwitterWhatsApp

voltar para a listagem de notícias...

TELEFONES PÚBLICOS

Prefeitura Municipal
  • Tel: (18) 3361-9100
Assistência Social
  • Tel: (18) 3361-6770
Departamento Municipal de Saúde
  • Tel: (18) 3361-9910

Ver todos os telefones...

PAGUE SUA DÍVIDA.