Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação

Meio Ambiente e Agricultura - Segunda-feira, 01 de Abril de 2019

Prefeitura de Paraguaçu promove campanha para separação seletiva de resíduos


Assessoria de Comunicação da Prefeitura – Silvana Paiva

01/04/2019 – 16h45

 

A Prefeitura de Paraguaçu Paulista, por meio do Departamento de Agricultura, Meio Ambiente, Urbanismo e Habitação tem feito uma campanha que visa reforçar a importância da colaboração da população no processo de coleta seletiva.

A informação do diretor do Departamento de Agricultura, Sérgio Pascoal de Campos, é de que no ano passado, começaram a se esgotar os primeiros prazos estipulados para algumas das medidas da Política Nacional de Resíduos Sólidos, como o fim dos lixões, o que só poderá ser viabilizado com a implantação efetiva da coleta seletiva. “A participação da população é essencial, pois a coleta seletiva começa em casa com a separação dos resíduos”, orientou Sérgio.

A política sobre resíduos sólidos brasileira (Lei 12.305, de 2010) é considerada uma das melhores do mundo no seu setor. A coleta seletiva, um dos seus objetivos, otimiza manejo do lixo, traz benefícios ambientais e pode também ter fins econômicos e sociais. A separação correta dos materiais descartados aumenta o potencial de reciclagem.

“Pensa-se que ao jogar os resíduos no lixo, deu-se a eles o fim, entretanto, aquele material continua ocupando um lugar no planeta, ainda que não possa ser visto, ele está lá, seja em um aterro sanitário, ou na rua, ou em terrenos abandonados, entre outros lugares onde as pessoas descartam os seus resíduos. Desta forma, se faz imprescindível a realização do descarte consciente, pois assim, realiza-se o reaproveitamento do material, ainda que para uma nova função, já é possível evitar várias tragédias ambientais que decorrem das praticas irresponsáveis de descarte. Com a separação seletiva de resíduos, toneladas de materiais que seriam descartadas anualmente, por intermédio desta prática, podem ser reutilizados evitando o impacto ambiental”, pontua o diretor.

O descarte indevido de lixo pode causar alagamentos e inundações em períodos de chuva, diminuição da vida útil do aterro sanitário, poluição visual, proliferação de endemias, contaminação do solo e dos lençóis freáticos, aumento dos gastos públicos com limpeza urbana entre outros.

“Por isso que, sempre pensando no desenvolvimento sustentável e incremento de renda das famílias que retiram da coleta seletiva seu sustento, nós solicitamos a participação de todos para façam a separação de materiais e realizem o descarte adequado dos resíduos”, finalizou o diretor Sérgio.

 

FOTO 01

“A participação da população é essencial, pois a coleta seletiva começa em casa com a separação dos resíduos”, orientou o diretor de Agricultura e Meio Ambiente Sérgio Campos (Foto Arquivo)

 

FOTO 02

Começaram a se esgotar os primeiros prazos estipulados para algumas das medidas da Política Nacional de Resíduos Sólidos, como o fim dos lixões, o que só poderá ser viabilizado com a implantação efetiva da coleta seletiva (Foto Ilustrativa)

 

 

 

FacebookTwitterWhatsApp

voltar para a listagem de notícias...

TELEFONES PÚBLICOS

Prefeitura Municipal
  • Tel: (18) 3361-9100
Assistência Social
  • Tel: (18) 3361-6770
Departamento Municipal de Saúde
  • Tel: (18) 3361-9910

Ver todos os telefones...

PAGUE SUA DÍVIDA.