Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação

Saúde - Sexta-feira, 04 de Outubro de 2019

Com volta de chuvas, dengue é preocupação em Paraguaçu


Com volta de chuvas, dengue é preocupação em Paraguaçu

Assessoria de Comunicação da Prefeitura – Silvana Paiva

04/10/201 – 16h50

 

O Departamento de Saúde de Paraguaçu Paulista alerta a população a continuar, de forma permanente, com a mobilização pelo combate ao Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.

O alerta é feito pelo coordenador das ações de controle de vetores do Departamento de Saúde, Josué Campos Sena, diante do registro de 1.597 casos positivos de 1.853 notificações de dengue no município até o fim de setembro último.

“Voltamos a realizar sorologia, para diagnostico de dengue em agosto, e confirmamos mais cinco casos positivos da doença em nosso município. Ou seja, a transmissão não se interrompeu no inverno. Tivemos o que temíamos: uma transmissão silenciosa. Agora, o que nos preocupa, com a primavera e a chegada do período de chuvas, é o risco de epidemia”, relata Josué.

Ele esclarece que uma nova epidemia seria mais difícil de conter, pois Paraguaçu Paulista já vem de uma situação epidemiológica ocorrida no início do ano. “Cabe resaltar também que a Secretaria Estadual de Saúde está sem inseticida para os municípios, ou seja, a única forma de contermos uma nova epidemia agora é com a redução de criadouros (eliminarmos todos possiveis focos do Vetor) e, para isso, precisamos da ajuda da população”.

Por causa das chuvas, é mais propícia a proliferação do mosquito Aedes aegypti e, consequentemente, é a época de maior risco de infecção por doenças como a dengue. “A recomendação é não descuidar nenhum dia do ano e manter todas as posturas possíveis em ação para prevenir focos, em qualquer época do ano”, reforça Josué.

Por isso, a população deve ficar atenta e redobrar os cuidados para eliminar possíveis criadouros do mosquito. Essa é a única forma de prevenção. Faça a sua parte.

O que a população deve fazer para combater o mosquito Aedes Aegypti?

A principal ação que a população tem é se informar, conscientizar e evitar água parada em qualquer local em que ela possa se acumular, em qualquer época do ano.

As principais medidas de prevenção e combate ao Aedes Aegypti são:

• Manter bem tampado tonéis, caixas e barris de água;

• Lavar semanalmente com água e sabão tanques utilizados para armazenar água;

• Manter caixas d’agua bem fechadas;

• Remover galhos e folhas de calhas;

• Não deixar água acumulada sobre a laje;

• Encher pratinhos de vasos com areia ate a borda ou lavá-los uma vez por semana;

• Trocar água dos vasos e plantas aquáticas uma vez por semana;

• Colocar lixos em sacos plásticos em lixeiras fechadas;

• Fechar bem os sacos de lixo e não deixar ao alcance de animais;

• Manter garrafas de vidro e latinhas de boca para baixo;

• Acondicionar pneus em locais cobertos;

• Fazer sempre manutenção de piscinas;

• Tampar ralos;

• Colocar areia nos cacos de vidro de muros ou cimento;

• Não deixar água acumulada em folhas secas e tampinhas de garrafas;

• Vasos sanitários externos devem ser tampados e verificados semanalmente;

• Limpar sempre a bandeja do ar condicionado;

• Lonas para cobrir materiais de construção devem estar sempre bem esticadas para não acumular água;

• Catar sacos plásticos e lixo do quintal.

 

FOTOS:

No primeiro semestre deste ano, diversas ações foram realizadas pelo Departamento de Saúde em parceria com o de Educação, por meio de atividades nas escolas municipais, como forma alertar a população a continuar, de forma permanente, com a mobilização pelo combate ao Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya (Fotos: Josué Campos Sena/Cedidas)

FacebookTwitterWhatsApp

voltar para a listagem de notícias...

TELEFONES PÚBLICOS

Prefeitura Municipal
  • Tel: (18) 3361-9100
Assistência Social
  • Tel: (18) 3361-6770
Departamento Municipal de Saúde
  • Tel: (18) 3361-9910

Ver todos os telefones...

NEGOCIE SUA DÍVIDA.