Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação

Paraguaçu Paulista, Quarta-feira, 03 de Junho de 2020 Telefone (18) 3361-9100

Atendimento Atendimento: Atendimento ao público, de segunda-feira a sexta-feira, das 9 horas às 11 horas e da 14 às 16 horas.

Quar
03/06
24 °C
18 °C
Índice UV
5.0
Quin
04/06
27 °C
15 °C
Índice UV
5.0
Sext
05/06
27 °C
18 °C
Índice UV
5.0
Sáb
06/06
25 °C
15 °C
Índice UV
5.0

Saúde - Terça-feira, 11 de Fevereiro de 2020

Notícias por Categoria

COM MEDO DO NOVO CORONAVÍRUS?


Silvana Paiva – Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Paraguaçu Paulista

 

11/02/2020 – 15h40

 

Aqui o problema é outro. Em fevereiro, já são 53 casos suspeitos de dengue

 

Enquanto a maioria das pessoas se assusta com risco da chegada do novo coronavírus no País, o problema real e bem próximo do nosso dia a dia é a dengue. De acordo com novos dados do Ministério da Saúde, a dengue tem voltado a crescer e já soma 94 mil casos neste ano.

O total representa um aumento de 71% em relação ao mesmo período de 2019. O balanço considera os dados informados por secretarias de saúde até o último dia 6 de fevereiro.

Segundo o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson Oliveira, o avanço da dengue já era esperado por causa da mudança, no último ano, no sorotipo predominante de vírus da dengue em circulação, o qual passou a ser o tipo 2 —entre quatro possíveis.

A última vez que esse sorotipo havia circulado com mais força foi em 2008, o que indica a possibilidade de que haja mais pessoas suscetíveis à doença. "Os anos de 2017 e 2018 foram muito atípicos, e estávamos vivendo um crescente [de casos em 2019]. Já estávamos observando que o vírus 2 causaria uma circulação muito mais significativa neste ano e vínhamos fazendo esse alerta", afirmou Oliveira.

Ao todo, o Brasil já soma 14 mortes por dengue. Para comparação, no mesmo período de 2019, havia 5 mortes registradas. Os dados por estado não foram divulgados. Boletim do Ministério da Saúde com informações até 18 de janeiro, no entanto, aponta São Paulo e Paraná como estados que lideram em número absoluto de casos.

Além da dengue, dados do Ministério da Saúde também mostram que o Brasil já registra neste ano 3.439 casos de chikungunya e 242 casos de zika, outras doenças transmitidas pelo Aedes aegypti.

Em Paraguaçu Paulista, nesta terça-feira (11), a Vigilância Municipal em Saúde atualizou os dados para os casos suspeitos de dengue no município.

Nos primeiros onze dias de fevereiro já são 53 casos suspeitos. Do começo do ano até agora, são 190 notificações, 22 positivos, 49 negativos e 119 casos aguardando resultado da sorologia enviada ao Instituto Adolfo Lutz em Marília.

Os bairros com maior número de registro de casos suspeitos de dengue em Paraguaçu Paulista são a Barra Funda, o centro da cidade e a Vila Nova. Confira no quadro abaixo.

 

Ilustração 

Nos primeiros onze dias de fevereiro já são 53 casos suspeitos. Do começo do ano até agora, são 190 notificações, 22 positivos, 49 negativos e 119 casos aguardando resultado da sorologia enviada ao Instituto Adolfo Lutz em Marília. Os bairros com maior número de registro de casos suspeitos de dengue em Paraguaçu Paulista são a Barra Funda, o centro da cidade e a Vila Nova (Comunicação Prefeitura)

FacebookTwitterWhatsAppImprimir

Voltar para a listagem de notícias

CALENDÁRIO DE EVENTOS

ACOMPANHE-NOS

UNIDADES FISCAIS

Fique por dentro dos índices - ver todas

Nenhuma unidade fiscal cadastrada no momento!